SAUDE - 03/02/2018 151 visualizações

Especialista alerta sobre cuidados com a saúde bucal na terceira idade


Por Lenival
Catolé do Rocha/PB

Especialista alerta sobre cuidados com a saúde bucal na terceira idade



Taís Cristina da Rosa, da OdontoGalerie, indica boa escovação, fio dental e redução do consumo do açúcar para manter os dentes saudáveis



Com o avanço da idade, a higiene bucal deve ser realizada com delicadeza e cuidados específicos. Com o aumento da expectativa de vida, os idosos se mantém ativos e se dedicam cada vez mais ao cuidado com a saúde e beleza dos dentes. A má higienização bucal, sintomas ligados a doenças, reação a medicamentos e o uso e manutenção de próteses e implantes exigem não só atenção, mas também a busca por profissionais com experiência no tratamento de idosos. Taís Cristina da Rosa, cirurgiã- dentista que integra o time de profissionais da OdontoGalerie, clínica de alto padrão em Odontologia, em João Pessoa, afirma que apesar de todo cuidado, existem problemas bucais que são bem comuns nessa fase da vida. "É bastante comum a ocorrência da doença periodontal, que afeta gengiva e ossos que suportam o dente, cárie e lesões bucais pela má adaptação das próteses", explica. De acordo com ela, outro problema comum que incomoda os idosos é a xerostomia. “Caracterizada pela redução de volume da saliva produzida e disfunção das glândulas salivares, a doença pode ser causada por medicamentos ou por distúrbios da saúde, mais comuns na terceira idade”, conta. “Por isso, beber muita água pode ajudar a combater os sintomas, mas se não for tratado, o problema pode prejudicar a saúde bucal. A boca é aonde inicia o sistema digestivo, e precisamos estar com a saúde bucal em dia para não provocar danos a outros órgãos. Portanto, o dentista é a melhor pessoa para recomendar o tratamento ideal”, afirma Taís.



Para auxiliar no cuidado com a saúde bucal na terceira idade, a profissional dá algumas dicas. Confira:

1. Higienização correta e adequada

Realizar a higiene diária correta é mais do que importante para a saúde bucal. Escovar os dentes assim que acordar e após as refeições do dia-a-dia é uma das maneiras mais eficazes de se manter a saúde bucal. Vale ressaltar que é necessária a higienização da língua e também o uso do fio dental diariamente, a fim de manter os dentes e bocas sempre limpos.

2. Cuidado com as próteses

É comum que pessoas da terceira idade façam uso de próteses, sejam totais ou parciais. Elas devem sempre ser higienizadas após as refeições. Além disso, recomenda-se que, ao menos duas vezes por semana, elas sejam colocadas de molho por 30 minutos em uma solução com água e uma colher de chá de bicarbonato de sódio, ou então utilizar comprimidos efervescentes comercializados em farmácias que são próprios para limpeza de próteses

3. Atenção às alterações

Próteses odontológicas facilitam muito a vida de quem está na terceira idade, mas é necessário que haja uma boa adaptação a elas. Em casos onde há mal ajustes, lesões podem surgir, e, com o passar do tempo, dar origem a ferimentos e até tumores cancerígenos bucais. Dessa forma, é muito importante estar sempre atento ao surgimento de alterações em todas as partes da cavidade oral, como céu da boca, língua, bochechas e gengiva.

4. Cuide de sua saúde geral

Doenças como o diabetes, osteoporose e também distúrbios cardiovasculares podem gerar problemas bucais, como ressecamento oral, perda de dentes e surgimento de patologias, por exemplo. Por isso, ao cuidar da saúde geral, você estará cuidando indiretamente de sua saúde bucal.

5. Visite regularmente o seu dentista

Faça consultas regulares ao seu dentista, seja para prevenção ou para correção de problemas.

6. Cuide bem da sua gengiva



A gengivite é um problema que afeta pessoas de todas as idades, mas para aquelas que já passaram de 40 anos ela pode se tornar agravante por conta de vários fatores como a má alimentação, higiene bucal inadequada, doenças sistêmicas, desequilibrio hormonal, estresse, fumo e alguns medicamentos que podem influenciar estes problemas.



7. A sensibilidade pode aumentar com a idade



Nessa fase é comum seus dentes ficarem mais sensíveis. Com o passar do tempo a gengiva vai se deslocando para cima nos dentes superiores e para baixo nos dentes inferiores, fazendo com que a raiz dos nossos dentes, que não possuem a proteção do esmalte, fiquem expostas. Estas áreas podem ser particularmente doloridas quando atingidas por alimentos quentes, frios e doces. Se seus dentes estiverem muito sensíveis, experimente um creme dental apropriado. Se o problema persistir, é melhor consultar o dentista, já que esta sensibilidade pode indicar a existência de cáries ou dente fraturado.



8. A perfeita escovação



Usando ou não a prótese dentária, é muito importante realizar uma boa escovação todos os dias após as refeições. O uso de fio dental e enxaguante bucal vale para todo mundo, incluindo quem faz uso de um prótese removível.




Por Andréia Barros

Outras notícias